BLOG – GO.ON

Produtividade das equipes de manutenção é fator de rentabilidade

Produtividade das equipes de manutenção é fator de rentabilidade

O Fator de Produtividade na Manutenção, o Wrench Time, é o percentual de tempo em que um agente faz realmente a atividade de manutenção (inspeção de campo, limpeza no equipamento, troca de peças) – descontando-se o tempo que ele perdeu com uma atividade que não está ligada ao serviço, ou seja, configura-se numa perda de tempo, como exemplo:

  1. Planejar as visitas de campo;
  2. Esperas por alguma peça;
  3. Deslocamento até o campo;
  4. Receber orientações;
  5. Preencher relatórios.

O correto Planejamento da atividade de manutenção, que dimensiona exatamente o capital humano, recursos técnicos e de materiais que serão utilizados, influencia diretamente o fator de produtividade na manutenção.

E a produtividade na manutenção é um fator importante, até mesmo crucial para a rentabilidade da empresa, tanto que é crescente a conscientização de que a manutenção cria valor para o processo produtivo.

Como exemplo, os custos de manutenção representam parcela significativa do custo operacional de uma indústria e as despesas de manutenção podem representar até 50% desses custos industriais.

Segundo dados da ABRAMAN, 4,5% do PIB brasileiro é gasto pelas empresas, em manutenção.

As novas tecnologias de sustentação, que vêm surgindo em todo o mundo e já estão disponíveis no Brasil, contribuem para aumentar a rentabilidade das empresas, à medida em que atuam diretamente para o aumento do Wrench Time.

A plataforma Go.on é um exemplo de tecnologia de sustentação porque oferece funcionalidades que  permitem uma melhoria do serviço de manutenção, com o aumento do Wrench Time. São elas:

  1. Controle de funcionários em campo;
  2. Rastreamento da equipe e do trajeto;
  3. Roteirizador  de visitas, que otimiza o tempo de deslocamento e reduz o gasto com combustível;
  4. Disponibiliza aos agentes as ordens de serviço pelo smartphone, com seu sistema de ordem de serviço online;
  5. Permite o controle de ativos, com a relação de peças e outros insumos utilizados;
  6.  Elimina o tempo no preenchimento de relatórios, porque gera automaticamente os relatórios, inclusive as não conformidades, em tempo real;
  7.  As intercorrências, que prejudicam a produtividade da manutenção, também são monitoradas, com emissão de alertas e consulta em tempo real pelo supervisor, através de dashboards.

Vale lembrar que essas tecnologias, como a Go.on:

  1. São acessíveis porque têm custo baixo e  são oferecidas por assinatura mensal para um grande número de empresas;
  2. Dispensam investimentos em servidores e desenvolvimento de TI;
  3. São plenamente justificáveis – o investimento com a assinatura da plataforma é retornado pela maior produtividade que proporciona, no curto prazo.

Aproveitamos para convidá-lo a experimentar a Go.on, gratuitamente, pelo nosso free trial, sem burocracia e sem a necessidade de colocar seus dados de cartão de crédito!